Login

Público e O Jogo entre os jornais com melhor design

Publico

 

Os prémios NH2018 destacaram os jornais portugueses Público e O Jogo numa competição que premeia os melhores em Espanha, Portugal e América Latina.


O Público (Portugal) foi designado como o melhor jornal nacional do ano; El Correo (Espanha), melhor jornal local e regional e jornal semanal; Extra (Brasil) e O Jogo (Portugal), o jornal mais popular e desportivo; Man on the moon (Espanha), como a melhor revista; e Ara (Espanha), como a melhor publicação digital.


O concurso, organizado pela Society for News Design (SND-E) e SND América do Sul, escolheu os vencedores, depois da reunião do júrim que decorreu em Buenos Aires (Argentina). Pela primeira vez foi escolhido também um prémio Best of Show, além das habituais medalhas de ouro, prata ou bronze, além de conceder alguns Reconhecimentos Especiais do Júri. A competição ÑH2018 apresentou 2.318 artigos de 113 meios de comunicação de 12 países. O volume de trabalho excede o registrado nas edições anteriores.

 

O Jogo


O júri é composto por profissionais e académicos: John Alexander Univio Parra (La Nación, Argentina), Constanza Almarza (UC, Chile), Miguel Angel Jimeno (Universidade de Navarra, Espanha), Ricardo Bermudez (La Prensa, do Panamá), Carlos Caneiro (Las Provincias, Espanha), Nuri Ducassi (Toronto Star, Canadá), Guilherme Falcão (Nexo, Brasil), Pedro Fernandes (Diário de Notícias, Portugal), Yolanda Garísoain (Dominicana Diario Libre, Rep.), Marco Grieco (Expresso , Portugal), Sergio Juan (Estúdio Sergio Juan, Espanha), Ricard Marfa (Ara, Espanha), Alexandro Medrano (Grupo Imagen, México), Clara Montagut (vulcão prodigioso, Espanha), Carlos Mora (La Razón, México), Rodrigo Morales (Q'Hubo, Colômbia), Adrian Palma Arvizu (El Heraldo de México, México), Sergio Fernández (La Gaceta, Argentina), Claudio Pérez (Emol, Chile), Nicolas Perez (El Universo, Equador), Beiman Pinilla ( El Tiempo, Colômbia), Germán Pizarro (Marca, Espanha), Fábio Sales (O Estado de S. Paulo, Brasil), Saul Santana (Bild, Alemanha), Jaime Serra (Espanha), Elsy Torres (UCV, Venezuela), Eliana Vaca (meninas poderosas, Colômbia) e Carlos Vazquez (Clarin, Argentina).