Login

Reciclagem de embalagens aumenta 8%

Ler mais...A Sociedade Ponto Verde encaminhou para reciclagem, entre Janeiro e Junho, 181.890 toneladas de resíduos de embalagens, um crescimento de 8% face ao período homólogo do ano anterior. Para o crescimento contribui o gesto de todos separando os resíduos e dando o encaminhamento adequado.

«A Sociedade Ponto Verde continua firmemente comprometida com o desenvolvimento de uma “sociedade de reciclagem”, mas este compromisso só pode ser alcançado com o apoio de todos, nomeadamente da população portuguesa e dos sistemas municipais, a quem estamos agradecidos pela sua dedicação a esta tão causa ambiental, ano após ano», salienta Luís Veiga Martins, Diretor-Geral da Sociedade Ponto Verde.

Nos resíduos de embalagem de origem doméstica, pequeno comércio e HORECA, o plástico foi o material que mais se destacou em termos de crescimento (25%), seguido pela madeira (20%). «A reciclagem de embalagens é fundamental para aproveitar as oportunidades geradas pela economia circular. O circuito de reciclagem multimaterial representa 71 milhões de euros de impacto anual direto no PIB. É imprescindível que este sector continue a contribuir para a economia, o ambiente e a sociedade», acrescenta.

Em relação ao fluxo não urbano - de origem industrial ou comercial – foram encaminhadas para reciclagem 145.675 toneladas de resíduos de embalagens nos primeiros seis meses do ano, um valor que representa um decréscimo de 5% em relação ao período homólogo.

No total dos dois fluxos – urbano e não urbano - a Sociedade Ponto Verde encaminhou para reciclagem mais de 327 mil toneladas de resíduos de embalagens, um crescimento de 2% em relação ao ano anterior.

Nova chapa para impressão de embalagens e rótulos

Ler mais...A Flint Group Flexographic Products acaba de lançar a chapa nyloflex® NEF Digital, de alta dureza, que é especialmente concebido para a tecnologia de exposição nyloflex® NExT, para impressão de embalagens flexíveis e rótulos.

Desenvolvido para a criação eficiente de pontos planos e reprodução de tramas de superfície, a nova chapa mostra qualidade em áreas de realce devido a uma reprodução estável dos highlights e das vinhetas suaves. A chapa permite alcançar os primeiros valores tonais de 0,8 a 1,2% em 60 L / cm (152 lpi), aumentando assim o contraste da imagem. A tinta de deposição pode ser significativamente melhorada e uma elevada densidade de tinta sólida obtida quando as tramas são aplicadas.

A exposição curta e tempos de lavagem rápidos permitem melhorar a produtividade de processamento da chapa. Com a tecnologia de exposição NExT nyloflex® não são necessárias etapas adicionais de processamento, tais como laminação, ou auxiliares adicionais (como o fornecimento de nitrogénio ou outros filme) são necessários, tornando-se uma opção rentável.

Embora seja projectada para a alta produção com exposição UV LED, a chapa também pode ser exposta com unidades de luz regulares e estará disponível para o mercado nas espessuras de 114 (0,045 ") e 170 (0,067").

HERMA lança novo auto-adesivo

Ler mais...A HERMA lançou um novo auto-adesivo para um “No Label Look” que promete uma forte aderência a alta-velocidade, mesmo quando é necessário respeitar as normas de segurança do mer-cado alimentar. O novo adesivo 62Gpt é um filme transparente da gama HERMAperfectTack que se caracteriza pela forte aderência inicial em condições difíceis.

O filme HERMA PP 50 transparente (ref. 885) também promete uma boa qualidade de impressão em diferentes sistemas graças ao tratamento que tem na superfície. Como material de suporte utiliza um filme de PET com uma espessura de 30 µm, o que permite a redução de stocks já que está preparado para diversas aplicações.

O filme em si é transparente, como se necessita em recipientes e embalagens especiais para higiene corporal ou produtos de lim-peza. É por isso adequado para o “No Label Look” desejado em sectores como a farmacêutica e a cosmética. Neste contexto e conforme a certificação ISEGA, o adesivo 62Gpt pode estar em contacto directo com alimentos secos, húmidos e gordurosos, com factor de correcção 2.

A HERMA GmbH tem sede em Filderstadt, na Alemanha e é especialista em auto-adesivos. O grupo conseguiu, em 2013, com as três unidades de ne-gócio e 850 funcionários, um volume de facturação de 261,2 milhões de euros.

Dupont apresenta nova chapa para flexografia

A Dupont Packaging Graphics e a Esko vão apresentar uma nova chapa para impressão flexográfica durante a ExpoPrint que vai decorrer em S.Paulo, Brasil. A nova chapa DuPont‏ Cyrel FAST DFUV foi desenvolvida para impressão de banda estreita com tempo de preparação rápido.

Ler mais...


A DuPont Cyrel FAST DFUV foi projectada para trabalhar com tintas UV, para permitir uma melhor densidade de tinta em áreas de sólido, redução no desperdício, economia de tempo e melhor custo em aplicações que envolvam substratos como etiquetas sensíveis a pressão, etiquetas auto-adesivas e rótulos termo retrácteis.

Durante a ExpoPrint 2014, a Esko vai apresentar também soluções de hardware e software para criar embalagens de alta qualidade, como é o caso do CDI Spark 4835, para a produção de chapas flexográficas digitais, e a mesa de corte Kongsberg V.
A ExpoPrint decorre de 16 a 22 de Julho de 2014, no Transamerica Expo Center.

“Sim, é no Amarelo” chega a Vale do Lima

Ler mais...Em parceria com a Resulima, a Tetra Pak vai promover a sua campanha de sensibilização ambiental “Sim, é no Amarelo” no Vale do Lima e Baixo Cávado, áreas que cobrem os municípios de Arcos de Valdevez, Barcelos, Esposende, Ponte da Barca, Ponte de Lima e Viana do Castelo.

“Sim, é no Amarelo” é uma campanha que visa sensibilizar e esclarecer o consumidor sobre a importância e a forma correta de proceder à reciclagem das embalagens de cartão da Tetra Pak. As dúvidas acerca da colocação destas embalagens no ecoponto amarelo ainda persistem, razão que levou a Resulima a associar-se a este projecto de sensibilização com o desejo de contribuir para uma melhor separação dos resíduos.

Häagen-Dazs faz recall por erro em rótulo

Ler mais...A marca de gelados Häagen-Dazs teve que fazer a recolha de dez mil embalagens de gelado de chocolate com manteiga de amendoim devido a um erro na aplicação do rótulo. As embalagens foram incorrectamente marcadas com o rótulo de outro sabor de gelado da marca, o que poderia colocar em risco a saúde dos clientes com alergia a amendoim.

"As pessoas que têm alergia ou sensibilidade severa ao amendoim podem correr o risco de reacção alérgica grave ou que implica risco de vida se consumirem este produto", disse a empresa.


O gelado havia sido distribuído em Delaware, Flórida, Maryland, Carolina do Norte, Nova Jersey, Nova Iorque, Pensilvânia, Carolina do Sul, Virgínia, West Virginia e no Distrito de Columbia.

Ogilvy Praga cria embalagem original para medicamento

Quando a inovação é arrojada no design para uma embalagem de produto, ela não será facilmente esquecida. A pensar na forma e na função, a Ogilvy Praga criou uma embalagem original para a marca Clavin, para um remédio de disfunção eréctil.

Ler mais...

A Ogilvy criou uma embalagem que mantém o comprimido na posição vertical, e recorre ao humor para explicar a funcionalidade e o objectivo do medicamento. A agência de Praga venceu um prémio Gold Award CLIO pela criatividade da embalagem.

Smint Chicle promove reutilização da embalagem

Ler mais...A Smint Chicle é uma pastilha sem açúcar que surge numa embalagem metálica e reutilizável. O objectivo é ajudar a provocar uma mudança de hábitos do consumidor e impulsionar atitudes ecológicas. As embalagens metálicas da Smint Chicle podem ser adquiridas individualmente ou em packs de duas e existem também as bolsas, mais económicas, para recarregar as embalagens reutilizáveis.

As drageias apresentam-se agora com micropartículas intensificadoras de sabor, em morango, spearmint e peppermint.

A Smint faz parte do grupo Perfetti Van Melle desde 2006, que conta com 19 mil funcionários em 39 empresas. Em Portugal, a Perfetti Van Melle está presente com a Chupa Chups, Smint e outras marcas do grupo como a Mentos e a Happydent.

Omdesign cria packaging especial

Ler mais...O Grupo Gran Cruz lança a sua mais recente edição especial – Porto Cruz Colheita 1985 -, criada e produzida pela agência Omdesign, que trabalha com o Grupo desde 2009. Este novo packaging premium foi apresentado, no âmbito da inauguração da nova adega e centro logístico da Gran Cruz, em Alijó, o primeiro projecto criado de raiz pelo Grupo no Alto Douro Vinhateiro, e reflecte a própria arquitectura desta unidade industrial enquadrada na paisagem. A nova edição retrata e alia o projecto da adega e a exclusividade do vinho Colheita 1985.

Heidelberg compra Gallus e reorganiza-se

A Heidelberg anunciou que vai fazer a aquisição do restante capital da Gallus, onde já detinha 30% desde 1999. A Gallus é uma das principais fornecedoras para a indústria de embalagem e etiquetas no Mercado, que em 2013 teve um resultado de 188 milhões de francos suíços (aproximadamente 153 milhões de euros) e conta com cerca de 500 funcionários.

Ler mais...

 

A aquisição acelera o desenvolvimento e a utilização de produtos digitais da Heidelberg no sector dos rótulos. No Outono, a Heidelberg e a Gallus vão lançar um novo sistema de impressão digital para o mercado de etiquetas que incorpora a tecnologia Fujifilm.

 

Nos próximos seis meses, a Heidelberg vai avaliar as linhas de produtos com fracas margens e, eventualmente, descontinuar alguns segmentos de produtos. A última fase da reorganização, iniciada há 18 meses quando o CEO Gerold Linzbach foi nomeado, visa uma margem de EBITDA de pelo menos 8% no próximo ano financeiro. A Heidelberg confirmou ainda que os números preliminares apontam para vendas na casa de 2,4 biliões de euros.


A Heidelberg anunciou um plano para cortar custos e consolidar as suas localizações ao realocar 500 funcionários ligados à administração da sede da Heidelberg para a fábrica de Wiesloch/Walldorf. O objectivo da mudança é criar um gigantesco demo center tanto para a impressão comercial como para o sector da embalagem. O que não ficou claro é se a empresa vai manter o edifício da Print Media Academy, inaugurado em 2000, altura em que se comemoraram os 150 anos da companhia.
Linzbach afirma que a Heidelberg vai procurar “soluções concretas” para investir ou adquirir novos negócios.


A parceria com a Fujifilm foi, também, expandida, com a Heidelberg a fazer a venda das chapas da Fujifilm no mercado da Escandinávia e um novo acordo vai levar a que a Fujifilm apresente os CtPs da Heidelberg como uma opção adicional, estando o acordo a ser tratado isoladamente em cada país.


“A Heidelberg do passado era famosa pela qualidade das suas máquinas de impressão. E queremos manter essa qualidade na engenharia. Mas a Heidelberg de amanhã também será conhecida pela qualidade dos seus serviços” referiu Linzbach, depois de explicar que o departamento de serviços já representa biliões de euros e ainda tem potencial de crescimento.