fbpx

As pilhas são objetos importantes para equipamentos utilizados pelas comunidades criativas.

Celebra-se, a 9 de setembro, o Dia Europeu da Reciclagem de Pilhas e a ERP Portugal aproveitou o momento para fazer a sensibilização da população, já que o material ainda tem uma baixa notoriedade quando comparado com a reciclagem de outros materiais.

PilhasDesigned by dashu83 / Freepik

Para reforçar a importância e necessidade de reciclar este tipo de resíduo, a entidade lançou a nova marca para a sua recolha – o Traga Pilhas.

Este é um resíduo com uma alta taxa de toxicidade para o ambiente e saúde de toda a população pela sua composição que contém metais pesados como o mercúrio, chumbo, níquel, cádmio e lítio que podem contaminar solos e lençóis freáticos e chegar à cadeia alimentar, quando abandonados em qualquer local.

Rosa Monforte, Diretora Geral da ERP Portugal, reforça que “estas efemérides têm um papel fundamental na medida em que nos permite introduzir e reforçar a importância da adoção de comportamentos mais sustentáveis.

As pilhas são pequenas, mas altamente nocivas, temos de saber que quando colocamos uma pilha no caixote do lixo comum ou as deitamos fora indiscriminadamente na via pública estamos a pôr em risco a saúde de todos nós, porque irão acabar por contaminar solos, águas e podem facilmente chegar à cadeia alimentar, são um autêntico veneno.

Qualquer estabelecimento que vende pilhas tem a obrigação legal de aceitar pilhas usadas a título gratuito, mesmo que não compre novas. Isto significa que optarmos pelo comportamento correto e entregá-las de forma a garantir a sua reciclagem, só depende de cada um de nós, há milhares de locais onde se podem entregar. É fundamental que todos os cidadãos percebam o que está em jogo e a importância das suas ações e que contribuam para a preservação do planeta.”

A ERP Portugal assume a responsabilidade pelo encaminhamento destes resíduos até ao seu destino final, com a ajuda de parceiros licenciados e com a capacidade técnica exigida.