fbpx

A Nova Gráfica vai doar uma coleção com mais de três mil livros à Câmara Municipal de Ponta Delgada, para que possam estar disponíveis a todos os interessados em consultá-las.

São 450 títulos de todas as edições da Letras Lavadas/Publiçor, todas as edições do Jornal Terra Nostra, e várias outras edições especiais.

Ernesto Resendes e Maria Jose DuarteErnesto Resendes e Maria José Lemos Duarte


“Ao longo dos anos, o Grupo Nova Gráfica tem vindo a desenvolver uma acentuada ação de Responsabilidade Civil, editando obras em prol do bem comum, para além de apoiar diversos autores a singrar no mundo da escrita. Desejamos continuar este projeto, agora numa segunda fase, na construção de legados patrimoniais e de teor público”,
justificou Ernesto Resendes, o proprietário da gráfica açoriana.

A ação terá continuidade, uma vez que serão doadas também as obras que irão ser produzidas no futuro, numa média de cerca de 150 títulos por ano.

Vários dos livros que foram premiados no concurso Papies, nos últimos anos, também estão no conjunto, sendo peças únicas na produção gráfica nos Açores. Recorde-se por exemplo, o mais pequeno livro do mundo em português ou o mais pequeno jornal do mundo, que entrou no livro dos Recorde Guinness.

A preservação do espólio

Maria José Lemos Duarte, Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, anunciou que vai ser instalada uma biblioteca no Centro Natália Correia, que se encontra na mesma freguesia onde são produzidos os livros. Será constituído um fundo no nome de José Ernesto Resendes/ Nova Gráfica, e as obras serão protegidas com as devidas condições, com ar condicionado, desumidificadores e o devido acondicionamento. As obras raras deverão ser consultadas com acompanhamento.

A Presidente do Município agradeceu o gesto altruísta, que assegura a perenidade do espólio da Nova Gráfica, e que enriquece o património do concelho e da região.

AntigamenteEraAssim

De gráfica a grupo editorial

O Grupo Nova Gráfica está sediado no concelho de Ponta Delgada. A empresa que começou a atividade nas artes gráficas passou a grupo editorial com a aquisição da Publiçor e a criação da Letras Lavadas.

A Letras Lavadas editou até ao momento mais de 450 títulos, na sua esmagadora maioria de conteúdo açoriano, nas áreas da literatura (prosa e poesia), artes (artes plásticas), história (nos mais variados temas), ciência, desporto, psicologia, religião, entre outros.