Login

Portucel S.A. com novo administrador em Abril

Ler mais...O Conselho de Administração da Sociedade da Portucel S.A. procedeu à cooptação de Diogo António Rodrigues da Silveira como administrador, com efeitos a partir de 1 de Abril de 2014, assumindo, a partir daí, o cargo de Presidente da Comissão Executiva da Sociedade. Até lá, Luís Alberto Caldeira Deslandes continuará a desempenhar interinamente as funções de Presidente da Comissão Executiva.

Diogo da Silveira fez a formação superior na École Centrale de Lille, França, tendo um MBA do INSEAD. Iniciou a carreira no grupo industrial japonês Shin Etsu Handotai, o maior produtor mundial de materiais para semicondutores. Foi ainda sócio da Mckinsey & Co, Vice-Presidente Executivo da Sonaecom, Administrador da Sonae Indústria, SGPS e Presidente da ONI SGPS em Portugal e Espanha. Até este momento desempenhava o cargo de Presidente da Comissão Executiva da Companhia de Seguros Açoreana.

A Portucel S.A. informou que a medida representa um “novo ciclo na gestão da Sociedade que, prosseguindo a estratégia que tem vindo a ser implementada até esta data em toda as suas vertentes, irá acentuar a sua expansão internacional”.

Portucel Soporcel ruma ao Dubai

Ler mais...O grupo Portucel Soporcel vai participar, entre 4 e 6 de Março, na Paperworld Middle East, no Dubai. O objectivo é aprofundar as relações comerciais que tem vindo a desenvolver na região.

“O reforço da nossa presença em mercados emergentes como o Médio Oriente reveste-se de uma importância estratégica crescente para o Grupo, atendendo à focalização da empresa na comercialização de produtos premium e marcas de fábrica, para os quais a região demonstra grande apetência. O Grupo revelou nos últimos cinco anos uma capacidade de crescimento também nesta importante região nos segmentos de maior valor acrescentado – nomeadamente em cut-size – superior a 15% ao ano, sendo que no segmento cut-size representou em 2013 mais de 50% das exportações europeias para a região.”, explica Hermano Mendonça, Director de marketing do grupo Portucel Soporcel.

Graças a uma presença continuada de duas décadas no Médio Oriente, os produtos e marcas do grupo têm vindo a despertar um interesse cada vez maior por parte dos distribuidores de papel e clientes finais destes mercados. Na edição do ano passado da Paperworld Middle East, a primeira que contou com a participação do grupo Portucel Soporcel, a receptividade concedida às marcas próprias do produtor português foi muito positiva.

“Estamos convictos que a nossa segunda presença nesta feira do Dubai vai permitir reforçar o potencial de crescimento confirmado no ano passado em relação às nossas marcas próprias, as quais representam actualmente mais de 60% das vendas de produtos transformados em folhas, distinguindo-se pelos elevados padrões de qualidade, inovação e sustentabilidade ambiental”, refere Hermano Mendonça, para quem a presença nestes certames obedece a uma estratégia de conquista de novas oportunidades de consolidação de parcerias de negócio a nível internacional, sendo que em 2013, as exportações do Grupo tiveram como destino 118 países em todo o mundo.

Ao longo de três dias, o stand do Grupo terá expostas as suas principais marcas de papel – Navigator, Pioneer, Inacopia, Explorer, Target, Discovery e Multioffice – dando especial destaque à Navigator, líder mundial de vendas no segmento Premium de papéis de escritório.

O grupo irá dar também uma especial atenção aos papéis de 75 g/m2. A redução de peso de 5 g/m2 significa o uso mais eficiente dos recursos, já que o mesmo número de folhas pode ser produzido recorrendo a menos madeira, água e energia, o que constitui um forte argumento ambiental. Toda esta redução é conseguida sem comprometer a qualidade de impressão e velocidade de máquina, sendo os produtos de 75 g/m2 uma alternativa aos papéis de escritório standard europeus de 80 g/m2. Tudo isto é possível com recurso à utilização de fibras de Eucalyptus globulus, o que confere a estes papéis de menor gramagem uma qualidade que garante um desempenho de excelência em equipamento de cópia e impressão de alto volume.

Mondi e WWF em parceria pela embalagem e papel

Ler mais...A Mondi e a WWF International anunciou que vão trabalhar juntos numa parceria de três anos que se concentra em aumentar a gestão ambiental nos sectores de embalagens e de papel. A parceria vai se concentrar em minimizar os impactos das operações da Mondi nas florestas, clima e água, e incentivar práticas sustentáveis na indústria.

O programa de trabalho abrange três áreas principais: a protecção dos ecossistemas de alto valor de conservação na Rússia e em outras regiões e aumentando o valor e resiliência de paisagens de produção multifuncionais na África do Sul; reduzindo o consumo de água e pegada de carbono para promover a eficiência energética, reciclagem e longevidade dos produtos; fazer a certificação dos materiais no seu papel e produtos de embalagem.

MACtac reveste de veludo

A MACtac incorporou, na gama Tuning Film, um novo adesivo que surpreende a vista e o tacto: I want velvet!. O efeito Veludo está a percorrer as ruas do Dubai para mostrar as suas potencialidades.

Ler mais...

Criado para impactar, o filme auto-adesivo oferece um toque pessoal e é adequado para a decoração de mobiliário em interiores, a personalização de gadgets, como tablets e computadores, ou outros elementos.

 

Grupo Portucel Soporcel é segundo maior exportador

Ler mais...O grupo Portucel Soporcel tornou-se, em 2013, o segundo maior exportador em Portugal, tendo vendido pasta e papel no valor de €1.215 milhões para 118 países nos cinco continentes (mais cinco destinos do que no ano anterior).

Segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), o grupo foi responsável pela segunda fatia mais significativa das exportações nacionais de bens, tendo atingido o primeiro lugar na exportação de papel e pasta de papel, que no ano passado totalizou €1.703 milhões.

O grupo assume-se também como o exportador nacional que claramente gera o maior Valor Acrescentado Nacional, pelo facto de os recursos que o grupo usa serem maioritariamente produzidos em Portugal e adquiridos a empresas de todos os sectores do tecido económico nacional.

Com a Europa e os EUA a serem os principais mercados de destino dos seus produtos, o grupo Portucel Soporcel é líder europeu na produção de papéis finos de impressão e escrita não revestidos (UWF) e o sexto a nível mundial. O grupo é também o maior produtor europeu, e o quarto a nível mundial, de pasta branqueada de eucalipto BEKP - Bleached Eucalyptus Kraft Pulp –, ocupando ainda uma posição de destaque no sector da energia, como primeiro produtor nacional de “energia verde” a partir de uma fonte renovável, a biomassa florestal.

Ispira ganha novas cores

Ler mais...A Fedrigoni produziu um novo visual book para o Ispira, que acaba de receber mais cores e promete “uma qualidade de impressão ainda melhor”, comunica a marca.

O novo Visual Book ISPIRA está disponível em cinco novas cores: Giallo Energia, Arancio Yoga, Blu Reale, Grigio Londra e Rosa Fucsia. O papel já estava disponível em Bianco Purezza, Rosso Passione, Blu Saggezza, Marrone Fascino e Nero Mistero, em gramagens de 120 g/m2 com tratamento a uma face (especial para contracolagem), 150 g, 250 g e 360 g.

“A gama ISPIRA garante uma excelente impressão e manipulação graças à melhoria da fórmula usada no tratamento superficial, obtendo-se uma reprodução cromática de alta qualidade, com um resultado estético e tátil imediato devido ao excelente acabamento que o caracteriza e que o torna tão agradável e suave ao toque” refere o comunicado.

Fedrigoni anuncia Woodstock

Ler mais...A Fedrigoni inspirou-se na paleta proposta para a Primavera 2014, Pantone Universe, para o novo catálogo Woodstock.A gama Woodstock é composta por papéis com fibras recicladas (80% préconsumer) e 20% de celulose virgem certificada FSC. É adequado para projectos que exigem contraste e que permitem combinar técnicas de impressão como o offset e a serigrafia, tintas brilhantes e relevos.

 “Na Fedrigoni, baseámo-nos numa gama de cores que seguem essas novas tendências. Cores como azzurro, blu intenso, malva, bianco, cipria, ou pistacchio são combinadas com as cores clássicas como arancio, grigio ou o mítico bétula” informa a empresa em comunicado.

 

Autoridades espanholas investigam sector de cartão ondulado

Ler mais...A autoridade da concorrência espanhola, a Comisión Nacional de los Mercados y la Competencia (CNMC ) está a investigar possíveis práticas anti-competitivas na indústria de papel e cartão ondulado do país. Após uma segunda ronda de inspecções a várias empresas, em Novembro , a autoridade anunciou que mais três agentes do mercado estarão envolvidos no processo .

A CNMC abriu processos formais em Maio do ano passado contra a Associação Espanhola de Fabricantes de Embalagens de Cartão Ondulado ( AFCO) e vários fabricantes , entre eles a Europac, Cartonajes Santorromán , Rafael Hinojosa , Cartonajes Internacional, Lantero caixa, Smurfit Kappa España , SAICA , Embalajes Petit, Cartonajes Bernabeu , Cartonajes Vegabaja e Hispano Embalagem .

As autoridades referem que o possível comportamento anti competitivo pode envolver recomendações colectivas, a partilha e a fixação de preços e condições de comércio, bem como a alocação de clientes nas áreas de cartão ondulado.

De acordo com a CNMC , há informações que levam a causa provável de que a Cartonajes Petit, Cartonajes Izquierdo e Cartonajes de la Plana também estejam envolvidas nas práticas.

A competitividade da indústria está na ordem do dia, diz a CEPI

Ler mais...A Confederação das Indústrias Europeias de Papel (CEPI) tem um novo presidente, Gary McGann, CEO da Smurfit Kappa. McGann começou o mandato a exigir mais atenção da União Europeia.

"A indústria de pasta e papel é um sector líder na bio-economia, com uma grande base de energia renovável e matéria-prima. 82% das nossas matérias-primas são provenientes da Europa e nós produzimos 23% de pasta e produtos de papel do mundo. Mas a nossa indústria - made in Europe - sofre com a falta de um clima favorável aos negócios na Europa", disse McGann.

"Como presidente, vou apoiar o Conselho CEPI e equipe em seu esforço para promover a competitividade europeia. A UE precisa de criar um mercado único para, por exemplo, a política energética. Há uma necessidade de maior segurança na regulação e criação de um ambiente para se fazer negócios eficientes e mais eficazes. Também deve concentrar-se no fornecimento de sustentabilidade financeira, tanto quanto a sustentabilidade ambiental para a indústria na Europa" , acrescentou McGann . "Eu acredito que a CEPI tem um papel importante a desempenhar no avanço dessas questões no âmbito da UE e assegurar a competitividade está na agenda. A CEPI e a sua equipa têm um histórico comprovado de sucesso que representa a indústria de papel ao mais alto nível em Bruxelas, e estou ansioso para trabalhar com eles no futuro próximo ".

Express Yourself, pede a Inapa

Ler mais...A distribuidora Inapa entrou em 2014 com um projecto criativo para cada dia do ano. Falamos do calendário que surgiu da parceria com a “IADE Creative University de Lisboa” e a “Escuela Superior de Diseño de Madrid”, sob o tema “doze aspectos positivos”.

Os alunos de ambas as escolas, futuros designers, apresentaram as suas propostas para cada uma das páginas do calendário, com base nos temas: Companheirismo, Esforço, Êxito, Liberdade, Adaptação, Sabedoria, Optimismo, Vontade, Ambição, tranquilidade, Comunicação e Valores. Os seis melhores trabalhos apresentados foram seleccionados para a criação da peça final.

“Quisemos oferecer um calendário que, mensalmente, apresenta temas optimistas que nos ajudam a enfrentar os desafios do novo ano. Cada mês foi concebido num papel diferente, escolhido entre a vasta gama da Inapa. Assim, por exemplo, o mês de Janeiro tem uma imagem impactante num Plike preto, o mês de Julho convida a raspar a tinta prata sob a qual se encontra uma mensagem optimista, realizado no Natural Evolution branco impresso com uma chamativa cor de laranja. Foram utilizadas diversas gamas como Modigliani, Dalí, Stardream, Chagall, Coriandoli ou Canalleto, além das mais que conhecidas Conqueror, Pop’Set ou Inaset. Todas as tintas utilizadas são da Sun Chemical. Mais uma vez, a Inapa assume o seu compromisso com o meio ambiente, utilizando para a primeira e última folha papel reciclado Eural” refere a empresa em comunicado.