fbpx

Muito se tem dito sobre as alterações que a pandemia da COVID-19 trouxe à forma como as empresas trabalham, alterando o modo tradicional do trabalho presencial para um sistema misto em que o teletrabalho tem sido privilegiado. Numa época em que a interação virtual se está a sobrepor à interação pessoal, como surpreender os clientes e comunicar também as marcas?

A aposta nos brindes personalizados pode ser uma das soluções e continua a ser válida apesar da suspensão dos eventos e das feiras, quer para os segmentos Business-2-Business (B2C) ou Business-2-Consumer (B2C).

GC 1

A indústria dos brindes personalizados é muito diversificada e, só nos últimos cinco anos quadruplicou a disponibilização de novas categorias de artigos. Sendo os Millennials uma geração com diferentes padrões de compra, as redes sociais transformaram-se num poderoso influenciador para a aquisição de brindes personalizados não convencionais. Além disso, na Europa há cada vez mais apetência para celebrar efemérides - como o Dia dos Namorados, o Dia da Mãe, o Dia do Pai ou o Halloween – o que também levou ao crescimento do apelo por esse género de produtos, levando a que as marcas as aproveitem para ações pontuais de comunicação.

O mercado dos brindes e a emergência ambiental

Com a emergência climática em cima da mesa, as empresas encontram novos desafios. Numa transição para uma economia circular, os consumidores procuram produtos ecológicos, fáceis de reciclar e reutilizar.

Atenta à evolução do mercado, a GiftCampaign, empresa que opera no mercado da personalização de brindes há cerca de 12 anos, e chegou recentemente a Portugal, diversificou o portefólio para garantir que dá apoio às novas exigências dos consumidores, ajudando as marcas a destacar-se pelo posicionamento sustentável.

"Na GiftCampaign S.L. estamos a mudar a forma como as empresas e particulares escolhem e compram os seus brindes personalizados para ações de marketing, publicidade ou eventos específicos. Através de uma série de páginas especializadas, somos capazes de dar aos nossos clientes uma coleção de produtos promocionais bem categorizados e diferenciados, para que lhe seja mais fácil selecionar o artigo publicitário mais adequado para a sua promoção”, referem.

GC 3

 

No portefólio de produtos há muita diversidade, com uma tónica colocada nos produtos ecológicos. Exemplo disso são os sacos de algodão personalizáveis, os copos reciclados e recicláveis, as agendas com capa de cortiça, as canetas ecológicas e biodegradáveis, os USB de madeira,  ou até brindes de época específica, como é o caso dos calendários com temas natalícios.

O crescimento do e-commerce

O mercado de brindes publicitários está atualmente avaliado em 29,94 mil milhões de euros, sendo que o e-commerce deverá representar uma importante ferramenta para o crescimento. A receita no mercado de e-commerce deverá atingir os 358 milhões de euros em 2020 e apresentar uma taxa de crescimento anual de 6,7%,  resultando num volume de mercado previsto de 465 milhões de euros até 2024.

É por isso que a GiftCampaign dá prioridade ao comércio eletrónico, justificando isso com as vantagens que dá ao serviço: “O mundo online apresenta muitas vantagens para os nossos clientes, em comparação com a venda tradicional de brindes. Temos mais brindes publicitários na nossa coleção que qualquer outro distribuidor tradicional, o catálogo mantém-se atualizado com as últimas novidades e preços, há promoções constantes nos artigos promocionais mais populares e o apoio ao cliente é imediato, por telefone, email ou chat”.

GC 2

O boom do e-commerce tornou-se ainda mais evidente durante o período de isolamento social imposto pela tentativa de controlo da transmissão da COVID-19, com empresas pequenas a reportarem aumentos de mais de 50% no seu serviço comércio eletrónico.

Há 34 países no mercado europeu e quase 90% dos residentes têm acesso à Internet, 67% dos quais fizeram compras online. O mercado europeu pode, por isso, ser chamado de maduro apesar dos diferentes hábitos de consumo e desenvolvimento de país para país.