fbpx

Estamos um ano da drupa, pois a grande feira da indústria gráfica foi alterada para o início de 2021, estando agora escalada para abrir as portas a 20 de abril do próximo ano. Agora, os fornecedores salientam a importância da interação direta com os clientes que as feiras globais tornam possível e a indústria espera um fim rápido da pandemia para conseguir uma drupa forte em 2021.

"Estamos contentes por a Messe Düsseldorf ter decidido adiar a drupa para 2021", diz Giacomo Farnè, Representante de Vendas da Pentabox. "A drupa é o evento chave da indústria que todos esperam. É por isso que é tão importante que a feira possa funcionar sem restrições, que muitos visitantes venham e que possamos trocar ideias intensivamente durante 11 dias".

drupa intro

Hiroaki Shimosaka, Diretor Geral da Graphic Systems Business Div. da Fujifilm Corporation concorda: "Já estávamos na fase final de preparação para a drupa 2020. No entanto, dada a atual situação excecional, consideramos que a decisão de adiar foi simultaneamente correta e inevitável. O anúncio de março minimizou os danos económicos para os expositores e estamos gratos por a decisão ter sido tomada antes de o impacto se tornar ainda mais drástico.

Enquanto o Coronavírus está a causar distanciamento social e cautela geral, a infraestrutura de comunicação fornecida pela indústria gráfica, e o papel da impressão permanecem inalterados. Estamos, portanto, a preparar-nos para que a drupa 2021 tenha sucesso, quando a extensão do Coronavírus tiver diminuído."

O adiamento anda de mãos dadas com ajustamentos, mas também oferece oportunidades: Alguns expositores planeiam aproveitar o tempo adicional para completar e pensar em outras inovações.

Há também reações positivas de países que foram fortemente afectados pela pandemia do COVID-19, nomeadamente a China e a Itália. "Devido à pandemia, precisamos de dar tempo às pessoas e às empresas para recuperarem a sua força e esperarem que a confiança regresse como força motriz para a vida privada e empresarial. Acreditamos que o adiamento da drupa dá a todos a oportunidade de recuperar o equilíbrio para construir o futuro", diz Stefano Monfredini, Diretor de Vendas da Technomac Italia. Loretta Sellecchia, Marketing & Export Manager da SCS Atomaberg é igualmente esperançosa: "Embora leve algum tempo a voltar ao normal, estamos confiantes de que a drupa será a solução para dar um novo impulso à indústria gráfica".

"Na primeira drupa em 1951, a Bobst vendeu 43 máquinas. 70 anos depois, em 2021, vamos moldar o futuro do mundo das embalagens na drupa, impulsionando ativamente a mudança na indústria", diz Jean-Pascal Bost, CEO da Bobst, "partilhar a nossa visão num mundo em mudança é essencial, e a drupa 2021 será o local certo para o fazer".

Claus Bolza-Schünemann, CEO da Koenig & Bauer acrescenta: "a drupa é a principal feira de comércio e o destaque de toda uma indústria. Nós na Koenig & Bauer já pusemos muita energia e paixão em drupa. Gostaríamos de partilhar isso consigo – também em 2021 – e, claro, no caminho para lá. Fique atento, vale a pena!”.

"Depois da tempestade vem um arco-íris", acredita Guanghui Wu, presidente da Shanghai Yoco Printing Machinery. E Wei Huang, Presidente do UP Group acrescenta: "Estamos ansiosos por abril de 2021 para nos encontrarmos no mais importante ponto de encontro global para a indústria – drupa!"

Por isso, 365 dias antes do início da drupa, a organização está a trabalhar arduamente para apoiar os expositores nos seus esforços para se manterem bem-sucedidos no mercado, mesmo após os efeitos do Coronavírus.