fbpx

O grupo Altri fez um balanço das iniciativas que se destinam a conseguir operações mais sustentáveis no seu grupo e revelou que, em 2020, conseguiu evitar a emissão de 174 mil toneladas de CO2 para a atmosfera.

No último exercício, a Altri conseguiu que 20% do efluente da sua unidade Celtejo fosse reciclado e reintroduzido no processo de pasta de papel, reduzindo desta forma o uso de água.

sustentabilidade

Ao nível das emissões, 63% das emissões de Gases de Efeito de Estufa (GEE) são de âmbito 3, tendo atingido uma redução nas emissões totais de CO2 de âmbito 1, contribuindo para o compromisso de limitar o aquecimento global abaixo dos 2 graus centígrados.

Em 2020, a Altri consolidou ainda a posição enquanto produtor florestal, gerindo uma área total de 86,3 mil hectares de floresta certificada pelo FSC e PEFC. Do total da área sob gestão, 10% corresponde a áreas de conservação. Ainda no âmbito florestal, os seus viveiros produziram 1,2 milhões de clones e 3,9 milhões de plantas por via seminal, não apenas de eucalipto, mas também de diversas espécies autóctones disponibilizadas à comunidade. A Altri investiu 3,5 milhões de euros em dispositivos de deteção e combate a incêndios florestais e 2,4 milhões de euros no desenvolvimento de uma silvicultura preventiva.

No processo de produção, nas suas unidades Celbi, Celtejo e Caima, 65% da madeira adquirida estava certificada pelo FSC e pelo PEFC, 96% das matérias-primas utilizadas são renováveis e 77% dos resíduos são valorizados, materializando o conceito de economia circular.

Além disso, a empresa injetou na rede elétrica nacional 974 GWh de energia com base em biomassa florestal, tendo na sua atividade fabril utilizado 91% de energia proveniente de fontes não fósseis.

Em termos de recursos humanos, a empresa encerrou o ano com 765 colaboradores diretos, nas mais diversas unidades, tendo-se registado uma redução do índice de frequência de acidentes com baixa para 3,7 (“Bom” de acordo com a OIT) e que representa uma redução de 60% face a 2019 e uma redução do índice de gravidade de 15% face também ao ano anterior. Com o objetivo de atingir a meta “zero acidentes” nas suas unidades, o Grupo Altri tem vindo a implementar programas de indução de comportamentos responsáveis por forma a aproximar-se deste valor.

Durante o ano passado, o grupo aderiu ao Global Compact das Nações Unidas, sendo uma das maiores empresas nacionais a comprometer-se com os objetivos definidos. Assim, visa refletir nas operações diárias os Dez Princípios fundamentais que envolvem os Direitos Humanos, Práticas Laborais, Proteção Ambiental e Mecanismos Anticorrupção.

A empresa comprometeu-se, de igual forma, a contribuir para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos na Agenda Mundial 2030, estabelecendo metas ambiciosas.