fbpx

O Grupo EAD disponibiliza agora a digitalização de documentos de grandes formatos num dos dois centros de operações da empresa na ilha de São Miguel, nos Açores.

EAD Acores

O scanner adquirido é o primeiro instalado no centro de operações da EAD em São Miguel e junta-se a um parque de oito equipamentos disponíveis no continente e na Madeira. O equipamento permite a digitalização de grandes formatos, como por exemplo de documentos técnicos, mapas ou desenhos, plantas, publicações ou jornais.

“A transição para uma sociedade digital é um dos quatro desafios estratégicos do país e uma oportunidade transversal para a sociedade, as empresas e a Administração Pública. Os tempos que vivemos são atípicos, mas, ao mesmo tempo, foram os catalisadores e aceleradores de mudanças que permitiram apostar no digital. Neste sentido, o Grupo EAD, ao longo dos últimos 28 anos, tem vindo a desenvolver soluções que permitam corresponder aos desafios apresentados pelas organizações, no âmbito da gestão documental, daí termos desenvolvido esta solução para a digitalização de grandes formatos”, refere Paulo Veiga, CEO do Grupo EAD.

A solução foi pensada com as necessidades do setor público, gabinetes de arquitetura, engenharia, construção, universidades, bibliotecas, empresas de comunicação ou reprografias, em mente.

Presente nos Açores há 12 anos, a empresa conta com 35 clientes na região, nomeadamente em setores bancários e de advocacia, possuindo dois centros de operações na Ribeira Grande, São Miguel, com capacidade para 40 mil caixas de arquivo.