fbpx

O que pensam os anunciantes do Marketing com Influenciadores?  A Social Publi quis saber e apresentou um estudo realizado com a colaboração de anunciantes e grandes agências de publicidade e marketing, em 16 países.

Os resultados foram divulgados durante um evento online, que contou com a participação de Pedro Bessa, Head of Marketing & Growth na moey!, Ana Baleizão, Communication & Influencer Marketing Manager na L’Oréal, e Filipa Primo, Diretora da ATREVIA Portugal. A apresentar os resultados do estudo e a moderar o debate que se seguiu esteve Bruno Salomão, Country Manager na Social Publi.

II Estudo Mkt Influencia

O Marketing com Influenciadores é utilizado pelas marcas para dar maior ênfase às suas mensagens, recorrendo a pessoas influentes nas redes sociais, que as ajudam a comunicar, chegando a um público-alvo de uma forma mais natural.

Os dados revelam que 74% dos anunciantes consultados já utilizaram o Marketing de Influência, e 89,2% das marcas e agências considera-o eficaz. Além disso, 42% dos inquiridos considera que o marketing de influência tem o melhor retorno sobre o investimento, e cerca de 5% dos anunciantes já investe mais de 50% do budget da marca em Marketing de Influência. Para 2021, espera-se um aumento dessa fatia.  

As marcas procuram os Influenciadores para criar brand awareness; gerar engagement, e alcançar novos públicos, preferindo os que têm menos de 100.000 seguidores, por gerar um maior engagement.

Redes preferidas Mkt InfluenciaRedes preferidas para campanhas

Filipa Primo, refere: “o marketing de influência é uma ferramenta de credibilidade para a mensagem da empresa, para melhorar a reputação”.

Ana Baleizão considera que há heterogeneidade no mercado e que é interessante que existam marcas muito preocupadas em utilizar bem o Marketing de Influência e outras que não sabem bem como começar. Sendo responsável pela gestão de marketing de várias marcas da L’Óreal, olha para o segmento “as-a-business”, procurando influenciadores que lhes possam trazer algum retorno do investimento.  

Os setores que mais utilizam a ferramenta são o da Moda, Beleza e Lifestyle, sendo rei o Instagram (95,8%), seguido do Facebook (49,7%) e do YouTube (37,1%). O Tik Tok surge na quarta posição (32,9%). O Estudo destaca ainda a importância de stories com swipe-Up e vídeos, já que são os formatos mais procurados pelas marcas.

A qualidade do conteúdo e a interação são o mais importante, e 72% dos inquiridos prefere que seja o influenciador a criar o conteúdo para uma maior autenticidade. Apesar disso, 77,9% prefere rever o conteúdo antes da publicação.

Filipa Primo preocupa-se que as marcas sintam tanta necessidade de rever os conteúdos antes da publicação, por ser “contranatura” em relação ao que está a ser trabalhado: a influência e a credibilização. Diz que é uma dicotomia difícil de gerir: a confiança e o controlo e que, em caso de gestões de crise e recuperação de imagem, os Influenciadores também são parceiros e aliados externos que podem ajudar as marcas.

Previsao Investimento Mkt InfluenciaPrevisão de Investimento em Marketing de Influência

Ana Baleizão refere, no entanto, que fica mais espantada que exista quem não queira rever o conteúdo. Embora na L’Óreal prefiram que os Influenciadores mantenham uma comunicação que lhes é natural e espontânea, não deixam de se preocupar com a “reputação da marca a manter”, verificando e sugerindo as alterações necessárias para salvaguardar a mensagem e a imagem da marca.  

Pedro Bessa diz que é importante perceber se o discurso está adaptado ao briefing passado ao influenciador e que quando se lança algo com alguma especificidade há que garantir que é apresentado da melhor forma, consoante os formatos escolhidos.

A SocialPubli é uma agência de Marketing de Influência que conecta marcas com influenciadores para desenvolver ações de marketing, com mais de 230 mil influenciadores registados. Nos seus 5 anos de atividade, realizou mais de 3 000 campanhas em 8 plataformas: Instagram, Facebook, Twitter, YouTube, LinkedIN, blogs, Twitch.TV e Tik Tok.

Para aceder ao estudo, clique aqui.