fbpx

A empresa de serviços têxteis Mewa alterou o visual gráfico da sua marca. A nova imagem corporativa foi desenvolvida por Martin et Karczinski em Munique, agência de gestão de marcas, design, estratégia e transformação.

Como pioneira na reutilização de têxteis para fábricas e oficinas, a empresa avança com o termo “Textilsharing” – partilha de têxteis – rumo a uma maior visibilidade da marca. De acordo com a identidade da empresa composta por valores, visão e missão, foram inovados todos os elementos de marca visíveis como o logótipo, o tipo de letra corporativa, a cor e a imagem.

«O mundo em que operamos tem mudado de forma sustentável – e nós temos mudado com ele. Assim, chegou o momento em que ficou claro: No âmbito da nossa estratégia para a visibilidade da marca, a nossa imagem também tem de evoluir», explica Michael Kümpfel, o Diretor de Marketing & Vendas da Mewa, uma empresa com uma história de gestão familiar de mais de cem anos. A estratégia da marca inclui deixar para trás a posição de “campeã escondida” e conferir maior visibilidade. «Temos orgulho nas nossas origens e no facto de, ao longo de mais de cem anos, preservarmos o hábito de questionar as coisas e de pensar no futuro: O que é novo, onde há potencial, do que precisam os mercados e os clientes e como será o mundo de trabalho de amanhã? É isso que também queremos contar na nossa história de marca», informa Michael Kümpfel.

Mewatex

Peter Martin, o fundador e CEO de Martin et Karczinski, diz sobre a nova aparência da Mewa: «Idealmente, a forma exprime o precioso interior de uma marca. Neste caso, conseguimos ligar a história da Mewa com o futuro e tornar visível a sua identidade no design

A  Martin et Karczinski recebeu um briefing para criar uma marca que preservasse o essencial, que representasse o crescimento e que exprimisse a ideia ambiental do serviço da Mewa. «Nós não queríamos reinterpretar a marca Mewa de forma radical, queríamos desenvolvê-la e, ao mesmo tempo, manter notáveis a sua tradição e a sua história de sucesso. Era também importante para nós exprimir no design a clara orientação para o futuro e as ambições sustentáveis da Mewa», explica Simon Maier-Rahmer, Diretor Criativo da Martin et Karczinski, que desenvolveu a nova imagem com a sua equipa.

O logótipo da marca, a flor, representa os valores de pureza e higiene, representa também o ambiente e a sustentabilidade e simboliza o desenvolvimento, o crescimento e a inovação. Com o objetivo de desenvolver este potencial, a imagem da marca foi revista e formalmente reduzida ao essencial. A nova flor aparece como um símbolo para o crescimento consciente. O novo lettering da marca Mewa relembra fios cruzados, já que as letras "M" e "W" seguem fios de tecelagem imaginários e criam, assim, a ligação aos têxteis que tornaram a empresa grande e ainda hoje a caracterizam.

A empresa também se despediu das maiúsculas e escolheu uma tipografia mista. «As letras maiúsculas eram a sigla do nome que o nosso fundador Hermann Gebauer deu à empresa em 1908: MEchanische Weberei Altstadt», explica Oliver Gerrits, o Diretor do Departamento de Marketing & Comunicação, e acrescenta: «Com as atuais 46 localizações internacionais, podemos usar, com orgulho, “Mewa” como marca e não apenas como abreviatura.» A nova fonte, sem serifa, da empresa foi desenvolvida exclusivamente para a Mewa em colaboração com a agência typemates. Também aqui a empresa optou por combinar a inovação e a tradição: O tipo de letra é moderno e o nome da letra liga-a às raízes, já que se chama como a família fundadora: Gebauer.

Atualmente, a Mewa opera em 21 países europeus, emprega 5.700 colaboradores e colaboradoras e fornece mais de 190.000 empresas.